(13) 3468-3944 | (13) 98118-9918
8 de fevereiro de 2017

Notícias :: São Vicente ganha local para amantes de café


A inauguração faz parte da comemoração pelos 58 anos do Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente


Tomar um café bem feito é um prazer indescritível. Imagine tomar um café no estilo caseiro, lendo um bom jornal, em ambiente agradável, em meio à farta vegetação, com pássaros cantando nas árvores e com muita história e cultura à volta. A partir deste sábado isso será possível, na Casa do Barão, em São Vicente.

O espaço cultural vicentino ganha, às 16 horas, o seu Café do Barão. A inauguração faz parte da comemoração pelos 58 anos de fundação do Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente (IHGSV) - foi criado em 5 de fevereiro de 1959 -, e que desde 1974 é responsável pelo casarão e pelo riquíssimo acervo, distribuído entre os 13 salões principais do imenso imóvel, localizado à Rua Frei Gaspar, 280, no Centro.

A tarde comemorativa terá, ainda, homenagens especiais. "Será, realmente, uma tarde inesquecível, com inauguração do Café do Barão e com homenagens aos atores e pintores (Novos Calixtos) que atuaram, neste ano, na Encenação de Fundação da Vila de São Vicente; e ao Professor Doutor Adelson Portella Fernandes(confrade do IHGSV e ex presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Santos)", conta o presidente do IHGSV licenciado e secretário adjunto de Cultura de São Vicente, Paulo Eduardo Costa.


A entrada é gratuita para visitantes - Foto: (Luigi Bongiovanni)

Outro momento especial será a homenagem ao Empório Boa Vista, fundado há 70 anos e que deu lugar ao Restaurante Boa Vista. Esta, uma das casas mais tradicionais da gastronomia vicentina e que encerrou atividades no final de 2016, após 51 anos de atendimento.

A homenagem ao Empório e ao Restaurante estará na decoração da nova atração. "O Café do Barão atenderá aos eventos dos confrades e confreiras, realizados na Casa do Barão. Também estará aberto à população e aos eventos promovidos por todas as entidades culturais da Baixada Santista", explica Costa.
Reconhecido como um dos principais patrimônios arquitetônicos de São Vicente, o casarão reúne ricas história e cultura em 1.700 metros quadrados de área construída. O próprio terreno, com 6.500 metros quadrados de extensão, é um patrimônio. Afinal, o local reúne espécies como figueiras bravas, ipês, palmeiras de leque, paus-brasil, acácias, bromélias, primaveras e uma rara touceira de bambu amarelo brasileiro.

A Casa do Barão teve sua construção encerrada em 1890 e pertenceu à família do empresário Theodore Wille. Ela foi dada como dote ao barão Kurt GustavVon Prietselwitz. Alemão, ele adotou São Vicente como Cidade e investia no mercado cafeeiro e no setor de tecelagem. Na Segunda Guerra, a polícia brasileira descobre que o barão atuava como espião.


O local ficará aberto ao público todos os dias da semana - Foto: (Luigi Bongiovanni)

Assim, ele foi confinado em uma fazenda em Limeira, onde passou vida. Já a casa dos fundos é ainda mais antiga e data de 1865. Ela foi a casa, de 1875 a 1880, do Coronel Lopes, intendente de São Vicente.

Em suas dependências, a Casa do Barão guarda rico acervo, que reúne mais de 22 mil livros, 6.350 peças históricas, fotos antigas, móveis e objetos do século 19, minerais, fósseis, artesanato indígena, animais empalhados, cerâmicas e miniaturas marítimas, além dos quadros pintados por Carlos Alberto Fabra Perugorría.

O acervo está dividido entre Galeria de Arte, Pinacoteca, Bibliotecas, Museu Histórico e Geral da Cidade (Capitania Geral de São Vicente) e o Memorial Frei Gaspar da Madre de Deus.

Serviço

O Café do Barão está instalado nas dependências do Instituto Histórico e Geográfico de São Vicente (IHGSV).O local fica aberto ao público todos os dias da semana,das 9 às 18 horas. A entrada é franca e o endereço é Rua Frei Gaspar, 280, no Centro de São Vicente. Informações: 3469–3520.
Fonte: A Tribuna: www.atribuna.com.br
por Rogério Stonoga
para o topo da página